oxford.

Há umas semanas atrás, eu e mais duas meninas da minha sala fomos para Oxford. Pegamos o trem na estação de Paddington e em uma hora e mais uns minutinhos estávamos lá. A cidade é bem pequena, então é possível fazer tudo a pé. Saímos da estação e fomos direto para o Tourist office. Lá você encontra todos os tipos de passeio que você quer fazer: os mais convencionais para ver os Colleges, visitas temáticas para conhecer as locações para os filmes do Harry Potter ou sobre C. S. Lewis e o Tolkien, por exemplo. Tem passeio para todos os gostos. Eu recomendo fortemente que se procure um guia em Oxford porque assim você conhecerá a história do lugar de verdade e não vai ficar andando de monumento em monumento sem saber o que existe por trás daquilo ali.

broad st – a primeira impressão de oxford.

Antes de começar a visita guiada, demos uma voltinha pela cidade e fomos almoçar no café Vaults que fica embaixo da Church of St Mary the Virgin. O café era uma sugestão do meu guia da Lonely Planet, mas não achávamos de jeito nenhum o lugar, até que pedimos informação para uma família que estava chegando em um dos colleges. Ficamos sabendo que naquele dia os alunos estavam voltando do Easter holiday, então vários lugares estavam fechados. A cidade estava abarrotada de pais carregando malas, caixas e se despedindo dos filhos. Bueno, somos um pouco azaradas.

the church of st. mary the virgin.

Como minha memória é péssima e eu não anotei o que eu fiz naquele dia, não me lembro bem os nomes de certos lugares que visitamos. Fomos ao Wadham College e, olha, dá vontade de estudar em um desses lugares. Oxford é uma cidade tão aconchegante, pequenininha, bem resolvida e transparece ser bem calma, ao mesmo tempo divertida por causa da presença dos estudantes. Fomos à Bodleian Library e em dos grandes colleges, que eu não me recordo agora o nome. Sem contar que, ao longo de nossas caminhadas, mesmo que não entrássemos nos prédios, a guia parava do lado de fora e contava as histórias malucas e tradicionais do lugar.

divinity school.

No final fomos para a Blackwell, livraria onde o CS Lewis e o Tolkien mantinham um grupo informal de discussão, comprei uns livrinhos e.. Bueno, eu queria ir para outros lugares, mas minhas companheiras de viagem já estavam exaustas. Estou descobrindo que eu sou daquelas turistas que não cansam nunca, querem fazer tudo de uma vez e não podem perder nenhum centímetro da cidade, haha. Talvez eu tenha que começar a viajar sozinha, porque fico sentindo que estou perdendo tanta coisa quando tenho que conciliar as minhas vontades com as das minhas companheiras de viagem. Enfim, comemos um lanche e voltamos para Londres por volta das 18h. Oxford é um lugar que pretendo voltar, com certeza. Porém, o próximo destino será: Cambridge!

 

Anúncios
2 comments
  1. lunacaifan said:

    Oxford é um dos meus lugares preferidos da Inglaterra! Na época em que eu estudava por aí, eu sempre viajei sozinha, assim podia fazer todo o meu roteiro como queria, já tinha viajado com colegas de classes, mas era tudo muito limitado!! Você vai adorar Cambridge!!

    • Ai, deve ser bem legal mesmo ter essa experiência de viajar sozinha. Depois quero tirar um fim de semana só para mim e fazer isso.
      Uhu! Fiquei ainda mais animada para Cambridge. 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: