sobre os últimos acontecimentos.

Acredite ou não, mas eu não sabia da primeira manifestação em São Paulo na semana passada quando eu estava em Londres. Ou pelo menos não sabia de sua dimensão. Como era minha última semana por lá, praticamente não entrei na internet e não conversava muito com meus amigos e família. Vi apenas um post no Facebook de uma amiga paulista sobre levar gás lacrimogênio na cara e a sensação de não poder ser calada pela polícia. Essa minha amiga sempre participou desses movimentos, então pensei.. Ok, é mais uma manifestação como as outras que ela sempre participou. Ela deve estar bem.

Então eu cheguei no Brasil no domingo e vi a profusão de posts no Facebook, vi que já havia acontecido uma manifestação em BH no sábado e que aconteceria outro ato no dia seguinte. Pensei em ir, mas.. Bom, eu não sabia o que estava acontecendo. Como eu iria a uma manifestação que eu não sabia nem o que estava em pauta? Eu tinha acabado de chegar. Vou ser completamente sincera agora: eu nunca fui uma pessoa politizada, que participasse e soubesse o que estava acontecendo na vida política do Brasil. Não falo isso com orgulho, muito pelo contrário. Mas eu sempre fui a pessoa que se interessava por questões existenciais e blá blá blá, sempre enxerguei as coisas em um nível mais restrito, em relação ao indivíduo e ao grupo de pessoas que me rodeia.

Enfim, na segunda-feira me deu uma de ir na manifestação mesmo assim porque… Porra, algo grande estava acontecendo. Milhares de pessoas estavam indo às ruas clamando por seus direitos. Eu tinha acabado de voltar de um país que as coisas funcionavam, o transporte público era impecável e eu queria isso para o meu país. Ao mesmo tempo eu ficava sentindo que eu não sabia direito o que estava acontecendo e deveria ficar na minha. Tentei ligar para os meus amigos, mas todos já estavam na manifestação. Não tinha nem um puto na minha carteira. Resolvi ficar em casa.

Na terça-feira de manhã eu tinha certeza absoluta que deveria participar, depois de ver tantas pessoas nas ruas, depois de ver meus amigos falando positivamente sobre o que estava acontecendo, com esperanças, preocupados em organizar movimentos que tivessem força o suficiente para mudar algo. Resolvi esperar pelo próximo ato oficial, que aconteceu ontem. E aí a coisa começou a mudar nos dias seguintes. E se eu estava confusa antes, fui ficando mais confusa ainda. Quanto mais eu lia relatos dessas próximas manifestações não oficiais, quanto mais eu lia o que meus amigos tinham a dizer no Facebook, quanto mais conversava, mais eu deixava de entender. Bom, não vou falar o que aconteceu entre terça-feira e ontem porque vocês sabem muito bem.

Ontem acompanhei pelo BH nas ruas as pessoas andando da Praça Sete, para a Praça da Liberdade, para a Praça da Savassi, depois resolveram ir para o Palácio das Artes.. Peraí, Palácio das Artes? Nas fotos não tinha um cartaz, as pessoas não tinham palavras de ordem, parecia mais uma micareta. Que porra é essa que está acontecendo? Depois vi as imagens do pessoal no Itamaraty, depois no Rio… Sério, que porra é essa? E hoje cedo o MPL suspendendo os protestos. Abro o site da Folha de São Paulo e na capa falando que Joaquim Barbosa é favorito para presidente. WTF/ Quem falou em impeachment? SÉRIO, parem de brinks. QUE MERDA É ESSA QUE ESTÁ ACONTECENDO? Eu posso ser uma porta politicamente, mas eu não consigo não me questionar isso a todo segundo. Não consigo não ler todas as notícias e sentir um medinho. Francamente, não sei se continuo a não participar dos movimentos ou se vou para as ruas. Está tudo acontecendo agora, a roleta ainda está girando e é difícil discernir o que deve ser feito ou não. O que vocês pensam disso tudo?

Anúncios
1 comment
  1. kiki said:

    voce pode ser pouco politizada no sentido de acompanhar as politicagens e as grandes viradas economicas, mas nao é apolitica no sentido de ter consciencia e inteligencia pra discernir quando tem algo acontecendo na sua cara, e quando tem uma manobra acontecendo tambem.
    a palavra que melhor define ate o momento pra mim é cooptação. voce esvazia um movimento enchendo a bola dele e fazendo perder o sentido.
    aí a gente entendo porque todo mundo é tão treinado pra não ter a minima vontade de acompanhar política. já que é tudo corrupto mesmo, pra que entender o que está acontecendo?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: